sexta-feira, 29 de julho de 2016

Aprender é viver

     Eu sempre fui uma pessoa curiosa, sempre querendo saber mais das coisas nas mais diversas áreas do conhecimento humano, passando por ciências humanas, exatas e biológicas. Por um simples fator de gosto pessoal, me encaminhei para o primeiro grupo, mas sem abandonar as demais em definitivo. Mas por que que estou falando isso?
     Para muitas pessoas, na próxima segunda feira, as aulas começarão. Claro que pode dar preguiça ao pensar isso. "Estou tão bem de férias", muitos pensam. Apesar de cansativo e desgastante, estudar é fundamental para a vida, principalmente se você não quiser ser um parasita, mas mesmo para estes é necessário. Aprender é viver. Conforme o tempo passa podemos nos direcionar para uma área que gostamos mais, por sinal fica a dica, se você está pensando no seu futuro, busque áreas que você goste. Acredito que, se fazemos algo com paixão, fazemos bem feito e que o dinheiro virá como consequência. Talvez isso não seja uma regra, mas bem que poderia ser.
     Falando em encaminhamento da vida, algumas pessoas pensam que, depois de estudar por alguns anos poderão parar e não estudar mais nada. Lamento dizer, mas isso não é verdade. Sempre vamos estudar. Seja um idioma, uma profissão, uma especialização. Mas não desanime, isso é bom. Comparativo rápido com os games. Qual é mais legal, usar alguns poderes e habilidades no começo do jogo, ou usar todas no final? Quem não gosta de destravar um golpe super poderoso e cinematográfico? A ideia é a mesma.
     Os games ensinam muito isso de buscar novos conhecimentos, seja para entender melhor a história, aumentar a vida e estamina, novos golpes, algum secret, etc. Sem falar na possibilidade de se superar jogando em um nível mais difícil, conquistando troféus/ conquistas, batendo os próprios recordes, etc. Temos só que passar esta mentalidade para a vida acadêmica, sempre buscando mais informação.
     Para quem acompanha o EngLeo da Cjbr, sempre é possível aprender coisas novas ou relembrar de temas já estudados. Em um vídeo ele falou sobre a impossibilidade da construção de uma espada de diamante afiada ao mesmo tempo que resistente e explicou o motivo, o que me levou a lembrar as aulas de física do colegial. Muitas pessoas perguntam, durante a escola, "Para que aprender isso?", a segunda pergunta mais odiada por um professor, só perdendo para "Além de dar aula o senhor trabalha?" Apesar de não ser uma destas pessoas, quando vi o vídeo pensei nelas. Um conhecimento que muitos não usam ou usarão desde as aulas de física, explica algo de um jogo, uma diversão, ou seja, todo o conhecimento é útil. Talvez você não use no dia a dia, porém pode te ajudar a entender um outro assunto. 
     Busque sempre conhecimento. Você pode fazer mais, mas faça isso se divertindo. Busque algo que te inspire e anime, não só em termos de faculdade, mas mesmo dentro de cada área do conhecimento. Aumente o seu nível, mas sem deixar de se divertir, ou seja, faça como nos games. Dizem que a vida é um jogo. Por que, então, não poderia ser um jogo eletrônico? 
     Em alguns jogos, se não aprendermos certa habilidade, perdemos, pois sem ela não é possível sobreviver. Eis outra lição que os games ensinam. Aprender é viver.
     Saudações gamers e bons estudos, sejam eles formais ou informais.
      
___________________________________________________________________

Ajude-nos a melhore a comunidade gamer do Brasil. Faça seus comentários, divulgue nosso trabalho e siga-nos nas redes sociais. Agradecemos o apoio e a confiança
  • Clique aqui para nos seguir no Twitter
  • Clique aqui para nos seguir no Facebook
  • Clique aqui para nos seguir no Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário