sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Gamerterapia

          Uma coisa que muitos gamers já perceberam é o poder terapêutico dos videogames. Imagine aquele dia em que tudo dá errado. Você briga com um familiar, seu chefe te irrita profundamente, você discute relação, paga uma conta astronômica, pega um trânsito terrível ou vai esmagado no transporte público e isso tudo antes do almoço. Infelizmente isso é uma realidade diária para muitos e é óbvio que estressa todos. Neste caso tem-se duas opções: descontar essa raiva ou ir acumulando até uma hora que você surta. Teoricamente a melhor opção seria descontar a raiva, mas infelizmente as pessoas fazem isso com outras pessoa, seja por meio de agressões físicas ou verbais, usando a buzina do carro, algo comum nas grandes cidades, degradando patrimônio ou outras pessoas, etc
     Existem porem formas construtivas de lidar com essa raiva como fazer terapia, a melhor de todas sem dúvida, pratica de exercícios entre outras. É nesse contexto que entra o videogame. No mundo virtual você pode descontar essa raiva sem gerar mal a ninguém. Quem já jogou Assassin´s Creed  sabe o prazer que dá matar alguém com a lâmina oculta. Isso não quer dizer, para deixar bem  claro para os perseguidores de games, que sairemos por aí matando as pessoas, na realidade é o inverso. Descontando essa raiva em personagens que não existem poupo os seres reais, desta forma resolvo meus problemas sem gerar sofrimento para outros, ou seja, tudo mundo ganha.
     Jogar videogame, além de divertido, permite esse extravasamento, seja matando templários, zumbis e monstros mitológicos, jogando futebol, basquete ou outro esporte, vencendo uma corrida, etc. Claro que, para isso é recomendável jogar em um nível mais fácil ou que você tenha domínio total e de preferência em jogos não tão difíceis. O objetivo é relaxar e não ficar ainda mais nervoso e frustrado.
     Portanto fica  a dica para extravasar as raivas e frustrações nos games, em personagens que não existem, ao invés de gerar sofrimento para outros, inclusive parentes e amigos, ou para si mesmo.
     Saudações gamers

Nenhum comentário:

Postar um comentário